Archive for the ‘Festa!’ Category

Emmy Awards 2010

01/09/2010

To atrasada, eu sei… Eu sou uma fã confessa de premiações de todos os tipos. Não é só porque eu acho que essas festas resgatam o clima de glamour que a gente vem perdendo cada vez mais, mas porque acho sensacional ver celebridades no meio de celebridades. É quase um metateatro! Mas vamos ao que interessa: cabelos, maquiagens e vestidos! Na minha opinião, essas são as melhores e piores:

Listinha dos piores:

1. Stephanie Pratt. Não assisto The Hills e não sei quem é essa moça, mas ela parecia um saco de estopa. Vestido estilo pijama esquisito não combina com a maior premiação do seu ramo. Cabelo com cara de acabei de acordar cai bem quando o resto “orna”, como diria a Vanda.

2. Lauren Grahan. Eu amo a Lorelai, mas ela estava parecendo uma vovó nesse vestido. Não caiu bem. O cabelo tinha tudo para ser maravilhoso, mas não me conquistou.

3. Anna Paquin. Eu tinha achado esquisito. Tinha algo que não me caia bem, mas eu não sabia exatamente o que. Daí a comentarista da TV falou que parecia uma roupa de toureiro. É isso mesmo, eu vejo esse vestido em Madrid. Ta bom que o “assessório” ajuda…

4. Sofia Vergara. “Ah, mas ela entrou na lista das mais bem vestidas, lálálá”. Ta, mas eu achei que ela ta parecendo uma banana.

Listinha das melhores:

1. Jewel. Adorei o vestido com cara de “cheguei de Paris”. Gosto de coisas exóticas, mas sem ser roupa-instalação. Aliás, me lembrou o vestido da Anna Kendrik no Oscar, que eu amei.

2. Tina Fey, sempre. Para mim é uma das únicas pessoas nesse ramo que realmente sabem ser elegantes. Ela é muito discreta, mas sempre muito bem vestida. E humor é tudo.

3. Kim Kardashian. Não gostei da maquiagem, basicamente porque eu acho que o lábio riscado de lápis mais escuro que o batom é a coisa mais anos 80, no mau sentido, da paróquia. Mas o vestido estava maravilhoso e o cabelo, muito apropriado para o estilo.

4. Kelly Osbourne. Eu acho a moça feia que dói, mas até que ela disfarça bem. O vestido é lindo de morrer e cai super bem. A maquiagem e o cabelo também valorizaram demais o estilo vintage chic dela.

 Queria falar mais, mas o trabalhando anda me consumindo ultimamente! Me contem o que vocês acharam!

 Beijos

Anúncios

Baile do Met – parte II

10/05/2010

Aham, to mais calma! Hora de continuar minha análise um pouco retardatária sobre os melhores e os piores do Met Gala. É sempre mais divertido começar pelos piores, né?! Acho que é uma coisa meio freudiana nossa, de se divertir vendo como, mesmo podendo tostar fortunas em make e em roupas, algumas famosas ainda erram feio. Quer um exemplo? Olha só:

Kirsten Stewart provando que Chanel não faz milagre. Tenho a impressão de que ela sofre do mesmo problema da Taylor Swift: inabilidade em abandonar costumes. A diferença é que a Taylor não muda porque fica linda. Mas a distinta aí em cima peca no cabelo (que eu não entendi até agora) e no vestido, inexplicavelmente estranho. A perna dela parece encurtada e mais grossa, completamente desproporcional em relação ao resto. Não vou falar mal do make porque não vi nenhuma foto de perto. E ela nem levou o vampiro gatinho à tiracolo pra enfeitar…

Gwen Stefani pecou no vestido, da grife dela (L.A.M.B.), mas pelo menos tinha o Gavin Rossdale como acessório. E um belo make que salvou o visual inteiro.

Gwen Stefani com o maridão, enfeitando a foto ali atrás

Agora migrando para o top list das melhores da noite! Zoe Saldana se reabilitou depois daquela coisa incompreensível que ela usou no Oscar e arrasou em um Calvin Klein de um ombro só que era elegantérrimo. A cor, um marinho profundo, ficou linda na pele dele e a textura dava muita personalidade ao vestido. O make e o cabelo com perfeição a proposta simple chic do look. Dois dedos pra cima!

Finalizando o post de hoje (pode ser que eu ainda tenha ataques de Met Gala!), as meninas que escolheram o nude acertaram. SJP (forever) estava linda, leve e solta em um Halston Heritage nude brilhoso, com uma pegada vintage. Achei que a combinação do vestido com o arranjo no cabelo, as ondas antiguinhas e o make deixaram a Carr… ops, Sarah com cara de 10 anos mais nova, mas sem fazer muito esfoço. Amei!

Anne Hathaway com um Valentino bem Diário de uma Princesa. Percebam que ela diminuiu o tom do vestido com make e cabelo simples, estilo fiz em casa. Ficou chiquérrima parecendo que nem se esforçou tanto. Claro que a gente sabe que tem muuuuito esforço aí, mas ela meio que te diz “sou linda assim mesmo”.

E o Troféu Lady Gaga da noite vai para… SURPRESA, não é para Lady Gaga dessa vez. Vai para Katy Perry, com um vestido-instalação luminosa. Ela, literalmente, chegou brilhando. Ainda não digeri a idéia totalmente, mas eu adoro uma coisa avant garde, então, acho que eu vou adorar daqui a uns 2 dias… Anyway, to curiosíssima pra saber onde ela ligava esse vestido… Amei o make e o cabelo, mas eu amo sempre porque ela é linda. Ah, antes que eu esqueça, o vestido é de uma marca francesa chamada Cute Circuit.

Não vou comentar sobre o Marchesa da Blake Lively porque eu achei curto demais. Mais uns centímetros de tecido pra baixo e estaria perfeito. Achei too much, meio “vai ter gente famosa demais e eu preciso me destacar”. Não gosto, mas o que sobra do vestido é mesmo muito bonito e bem feito. Marchesa, né? Só que um tamanho menor do que deveria ser…

Me contem o que vocês acharam!

Beijos!!

Com que roupa eu vou?

20/04/2010

Tópico que sempre causa algum pânico, o tipo de traje adequado a ocasiões sociais específicas nada mais é do que um conjunto de regras simples. A gente sempre recebe dúvidas sobre “com que roupa eu vou” à festa de quinze anos, batizado, formatura, etc, então, elaborei um pequeno guia: O que usar em cada ocasião (com fotos em todos)! Não precisa de curso, é só dar uma olhada nessas dicas simples. Vamos ao básico:

1. Esporte simples

Comecemos do começo: traje esporte sempre causa polêmica. Existem consultores de moda que dizem que ele simplesmente não existe. Eu sou da turma do adesivo “Eu acredito no traje esporte”, até porque foi isso que eu aprendi em casa e na vida! rsrs! Esclarecimento número dois e (espero) meio desnecessário: traje esporte não tem absolutamente NADA a ver com roupa de praticar esporte.

Visto isso (rsrs), o esporte simples é o mais adequado à eventos diurnos que não exigem muita sofisticação, como batizados, aniversários ou almoços. As mulheres podem usar vestidinhos leves, na altura do joelho, calça de crepe (dica: pantalonas!) com uma blusinha bacana, ou até um jeans mais fino com uma blusa elegante e um blazer acinturado.

Já os meninos podem optar por calça de sarja com uma camisa moderna com as mangas dobradas, ou camiseta pólo. Sapatênis e mocassins (fabricados nos anos 2000, por favor), são boas opções nos pés.

2. Esporte fino ou Passeio

Para ocasiões diurnas, mas um pouco mais formais. Casamentos antes das 15h00, que não devem se estender até à noite, vernissages, enfim, algo que exija um pouco mais de elegância. Festas da empresa costumam se encaixar nessa categoria.

As moças vão bem de vestido curto de tecidos mais nobres, como cetim ou crepe. Quer usar calças? Pantalonas muito bem cortadas e estruturadas com uma blusa que tenha brilho, aplicações ou um toque de glamour extra. O salto aqui é alto e a bolsa, de festa, a clutch.

Para os meninos, calça e camisa social. A gravata e o costume são opcionais. “Mas, Leti, eu já uso isso para trabalhar, não tem como variar um pouco?”… Eu ouço esse chororo todo ano, quando as festas de natal começam a chegar! É claro que dá! Tenta uma camisa com padronagem, como listras (xadrez não, tá??), ou uma combinação de cores diferente do que você usa no dia a dia, como calça cinza e camisa rosê. Sapato social, desnecessário dizer, né?

3. Passeio completo ou Social

Grandes comemorações, casamentos, enfim, festinhas mais chiques. Meninas vão de vestido, sempre. Pode ser longo ou longuete e os bordados e brilhos são opcionais, mas com bom senso. O mesmo vale para escolher um curto para esse tipo de evento. É hora de caprichar na bijou ou tirar as jóias da vovó do armário. Salto fino é imprescindível e a bolsa é sempre pequena e fina. Pessoalmente, eu recomendo investir em um vestido liso, sem muito forrobodó e acessórios poderosos.

Meninos, a partir de agora não dá mais pra fugir do terno. Quer diversificar? Brinca com as cores, mas sempre com MUITO bom senso. Experimenta misturar tons da mesma cor na gravata e na camisa. Não quer errar? A combinação terno preto com camisa branca e gravata cinza cai bem em todo mundo.

Só a título de desencargo, na minha modesta e conservadora opinião, eu acho que macular um terno usando-o com tênis deveria ser considerado pecado mortal. Vou pedir o input do T. sobre esse assunto…

4. Black Tie ou à Rigor

Sinônimo de chiquete total e absoluto. Ladies, vestido longo é indispensável, assim como belos saltos altos e finos e uma bolsa fina e discreta. Essa é a hora de usar brilhos, bordados e brocados sem medo de ser feliz. Pelerines, estolas, jóias, enfim, pense que o momento de brilhar é esse.

Aos senhores, smoking. Ou, se você for muito moderno e estiloso, terno com colete. Mas tem que carregar o visual, porque não é para todo mundo (só muito cuidado para não ficar parecendo um dos Jonas Brothers…). Fraque é para noivo, tá? No verão, a summer jacket (o blazer branco que acompanha o smoking) é uma alternativa.

Para finalizar, algumas dicas sempre necessárias: camisa de time (adoro futebol, não é preconceito), bermuda, chinelos, tênis, moletom, leggings, enfim, qualquer coisa que você usaria para ir ao boteco, é expressamente proibido em qualquer uma das ocasiões acima descritas. Tudo um grande NÃO!

Ainda está com dúvidas?? Me manda um e-mail. Tem uma festa pra ir e ainda não decidiu o que vestir? Manda o look e a gente te dá uma mãozinha!

Beijos!

Make de festa – inspirações

28/03/2010

A partir de hoje eu sou uma mulher com uma missão! O casamento da minha amiga é sábado e eu tenho somente 6 dias para achar o make e o cabelo perfeitos.

Aí comecei as minhas pesquisas hoje. Adoro tranças e não poderia estar mais feliz com essa mania boho de cabelos trançados! Meu problema é que anda me faltando comprimento. Meu cabelo não é exatamente curto, ele é exatamente médio, assim um pouco abaixo dos ombros. Daí não dá pra fazer aquelas tranças loucas, né, tipo as do Alexandre Herchcovitch. Mas nada de desespero! Uma das minha ídolas mor, a sempre linda e elegante Diane Kruger, também tem o cabelo exatamente médio e conseguiu fazer um auê com as trancinhas. Olha só:

To achando que esse vai ser o meu escolhido. Também to mega apegada ao couchignon da Nicole Kidman na fotinho abaixo:

Só tem um pequeno detalhe, ou melhor, um detalhe monstro: eu vou totalmente precisar de um aplique, né? Pelo menos para dar esse volumezinho dentro dele. Isso ainda é uma idéia em desenvolvimento, porque eu pretendo me acabar nesse festão e não dá pra fazer isso preocupada com o aplique, né?

Daí comecei a refletir sobre o make. Eu to cansada do olho preto. Por vários motivos: eu ando numa vibe mais brilhante, mais leve. E porque o olhão preto esfumado é a escolha de 89% das mulheres da festa. Daí me cansa porque parece que ninguém consegue pensar em nada melhor. Meu único obstáculo é que o meu vestido é azul profundo. Daí fiquei com dificuldade pra mexer com cores, até que eu esbarrei nessa foto:

Me apeguei em vários níveis! Primeiro, é fresh! Não parece que a Freida Pinto passou o dia inteiro no salão pra fazer, as cores realçam o marrom dos olhos e da pele, é colorido sem ser “acabei de sair dos anos 80” e é jovial. Eu totalmente passei da fase de querer parecer mais velha. Não preciso mais disso pra parecer madura (é, isso meio que acontece quando você atravessa a casa dos 24…) e agora eu quero mesmo é parecer mais nova! rsrs!

Por enquanto, essas são as minhas escolhas! Se vocês tiverem alguma sugestão, me mandem!!

Depois da festa eu posto umas fotinhos minhas para vocês verem como ficou e eu conto como eu fiz tudo.

Beijos!

Musa da semana: Dakota Fanning

23/03/2010

Sabe aquela história de que criança muito linda às vezes vira um adulto esquisito? Tenho altos exemplos. Michael foi o rei, né? Em todos os sentidos, esse também. Daí tem o Macaulay Culkin, que eu achava que ia ser o maior gato da paróquia e ficou com cara de múmia, com aquele cabeção gigante.

Mas daí tem a Dakota Fanning, que já era uma criança mara (ai que coisa fofa naquele filme com a Brittany Murphy!!) e ficou uma adolescente mais linda ainda! Só que a Dakota, além de linda, é super elegante e, mais do que isso, super adequada à idade dela.

Ela tem 15 anos e sabe como ninguém tirar proveito dessa fase. Ela sempre usa o vestido certo e o make certo, tudo muito leve. Dá uma olhada:

Dakota Faning no David Letterman

Linda de morrer, né? Ela só precisou de um macaquinho de cetim com uma sandália mega power e um make super leve. Sobrancelha perfeita, cílios e um blush, acho que essa pele linda já é dela.

Dakota Fanning em uma premiere

Tem alguma coisa nela que me lembra essas divas dos anos dourados. Acho que ela tem um allure meio Grace Kelly, sabe? E eu gosto muito disso, porque a gente está nessa era de belezas ultra sexies, de tudo muito over, com Angelinas, Beyonces e afins. Daí eu acabo achando que a Dakota é um oasis de elegância clássica no meio de tudo isso.

To apegada a essa foto! Acho que ela totalmente conquista o look simple chic, muito mara!

Adorei essa porque ela ta moderna. Viu como dá pra variar?? Essa pose com a perninha cruzada uma na frente da outra é um dos maiores truques das celebs! Alonga o corpo e esconde a barriguinha! Tenta em casa!

Dakota Fanning com a Kristen Stewart na premiere de The Runaways

E essa é pra fechar com chave de ouro!! Aliás, chave de ouro branco da Tiffany, porque eu acho mega gritante. Olha como a Crepúsculo faz o maior esforço do planeta: um vestido muito colado, muito decotado, muito curto e muito estampado. Um cabelo muito outdated e muito topetão. Um batom muito e um olho muito. É tudo muito over.

E a Dakota do lado, de vestido nude, maquiagem básica e cabelão escorrido é puro poder! Amo muito tudo isso, eu queria ser amiga dela!

Beijos!!