Archive for the ‘Pele’ Category

Especial de férias!

29/07/2010

Totalmente esqueci de colocar um aviso de ausência, mas acredito que a falta de posts e de respostas para os e-mails deram uma dica de que eu tava curtindo merecidas férias, né?!

Voltei ontem de uma semana de descanso e trouxe alguns tópicos para debate na mala! Então, resolvi fazer um especial de férias, com um mega post dividido em partes. Assim, você vai para o pedaço que te interessa mais ou, se estiver com um tempinho, lê tudo!

1. O BÁSICO DE FÉRIAS: FILTRO SOLAR VS. BRONZEADO

Na minha opinião, esse confronto está na lista das maiores mentiras de todos os tempos, junto com a série The Tudors e com o spray que faz crescer cabelo. Não somente é possível ficar com um belo bronzeado enquanto usando o filtro adequadamente, como a cor dura mais e fica mais bonita.

A matemática é simples: a camada protetora criada pelo filtro permite a passagem dos componentes que ativam a melanina da pele, fazendo com que você fiquei bronzeada sem correr riscos de desenvolver câncer de pele, manchas, rugas e todas aquelas coisas infelizes que vêm à cavalo com a exposição desprotegida ao sol. Bronzeado e filtro solar NÃO são fatores excludentes, capisce?

Eu sou a prova vivíssima disso: fiquei da cor do pecado, morena Brasil mesmo, enquanto usando o protetor, corretamente, by the way, reaplicando a cada duas horas e tals. É claro que o bronzeado não vai ser tão rápido quanto sem o filtro, mas com um pouquinho de paciência, ele fica tão bom quanto.

A melhor parte é que a cor que você consegue enquanto usa o filtro solar dura muito mais, porque a ativação da melanina é progressiva. Além disso, você não corre o risco de descascar e ficar parecendo uma cobra trocando de pele, o que eu acho terrivelmente péssimo, e não fica vermelha… Tudo isso veio devidamente informado pela minha dermato, tá?!

Agora, se a coisa já rolou e você já está sofrendo uma descamação básica, muita calma. Antes de qualquer coisa, nunca, jamais, arranque as pelinhas. Isso causa manchas e diminui a resistência de pele. O estrago já está feito e a descamação é um sinal de que sua pele sofreu horrores, então, banhos de hidratante, pelo menos umas duas vezes por dia. E o jeito é esperar a pele uniformizar sozinha e não expo-la novamente ao sol sem filtro. Os buracos que a descamação forma são de pele novinha, tipo bebê, que é bem mais sensível do que o resto.

Agora, se o problema foi pior que o descascado, só na dermato. Queimadura, bolhas e manchas só podem ser tratados por um médico, nunca pela sua amiga, sua vizinha e muito menos pela internet. Eu adoro uma receitinha caseira, mas quando o negócio é mais sério, não me arrisco de jeito nenhum. Só Dra. Gabriela salva.

Então, people, vamos repetir o mantra: Nunca sem filtro solar!!!

2. A PELE DE FÉRIAS

Passei 8 dias e 7 noites sem usar uma única gota de maquiagem. Nada, nadinha, ao ponto de não me reconhecer no espelho de vez em quando. Porque eu sou aquelas que passa rímel e blush para passear com o cachorro, sabe? Durante essa minha semana de férias, somente o filtro solar, o hidratante e a água termal frequentaram meu rosto.

Essa foi a primeira vez, desde que eu me lembro, que eu dei uma folga tão extensa para a minha pele. O resultado foi incrível: depois de dois dias sem make, meu rosto era outro. A pele ficou mais uniforme, sem marquinhas, sem pontinhos vermelhos, bem menos oleosa e com cara de descansada. Foram férias para ela também!

O lance é que a maquiagem, infelizmente, exerce um efeito levemente prejudicial depois de um certo tempo. Se você é como eu e faz seu meu make todos os dias pela manhã, mesmo que você limpe a pele muito bem ao chegar em casa, ela já passou o dia todo coberta com maquiagem. É inevitável que ela fique meio ressabiada.  

Por isso que é essencial dar férias para o seu rosto de vez em quando. O mais indicado é passar pelo menos dois dias por mês sem absolutamente nada. Isso dá uma renovada geral. E, sempre que possível, dar um descanso assim, mais extenso!

***Amanhã eu volto com o resto do post, minha internet tá o fim da picada hoje. Coloco as fotos também!***

Beijos!!

Anúncios

Mais um sobre o sol…

28/06/2010

Fui a um casamento ontem que estava realmente muito lindo. Adoro ver eventos com bom planejamento, especialmente porque é sempre um fator de inspiração. O problema foi que durante a cerimônia, montada no mesmo local da recepção, eu não consegui prestar atenção no vestido da noiva, nos makes e cabelos nem no que o rabino estava falando porque a única coisa que prendia a minha atenção era uma mulher de uns 50 anos, aparentando 317, que tomou tanto sol nessa vida que mais parece uma tartaruga.

Ela era mais ou menos assim, só que de roupa

Não consigo me conformar que em pleno ano 2010, na era da informação, as pessoas insistem em achar que os estragos causados pelo sol são mera bobagem ou não acontecem com você. Pior é quando as pessoas têm ensino superior e acesso à informação e ao tratamento.

Vejam só: TODOS os dermatologistas, médicos, esteticistas, maquiadores e demais profissionais que lidam com a pele diariamente NÃO estão errados. Exposição ao sol desprotegida em excesso causa envelhecimento da pele, manchas, queimaduras, ressecamento, acne, rugas e CÂNCER. Não é uma questão meramente estética, melanoma é uma palavra que ninguém quer ouvir nessa vida.

Nem a Lindsay Lohan escapou de ficar com o rosto detonado por causa do sol... E ela tem 20 e pouquíssimos anos...

Se você pudesse ver o estrago que o sol causa à sua pele, muito provavelmente não passaria mais horas deitada feito um lagarto na praia, sem protetor e sem nada, se achando. Já mostrei aqui uma foto tirada pelo equipamento que os dermatologistas usam para avaliar o que você já fez pra você mesma, mas não custa repetir.

Depois que a pele estiver estragada e detonada, não tem peeling nem plástica que resolva. Não vai mais adiantar passar creme, ir na dermato, passar pelo laser nem fazer despacho, porque a destruição chega nas camadas mais profundas da pele. Depois que você ficar como a moça da foto aí embaixo, há pouco a se fazer para consertar…

Então, não custa que reforçar que a orientação dos dermatologistas é de nunca se expor ao sol sem filtro solar (fator 15, no mínimo), evitar a exposição prolongada entre 10h00 e 16h00, usar sempre óculos escuros e reaplicar o filtro sempre que entrar no mar ou praticar esportes. Além disso, sol não é só na praia e filtro solar tem que usado todos os dias, porque mesmo o solzinho de São Paulo e a luz do escritório já causam sérios prejuízos à pele.

Gente, eu sei que o tom desse post foi de intensa revolta, mas é que eu realmente não compreendo como ainda existem pessoas que acham que podem se jogar no sol sem sentir os estragos depois. Para mim, estão no mesmo patamar daqueles que negam o aquecimento global ou não tomam antibiótico porque chá de beterraba cura infecção.

Minha dermato, querida Dra. Gabriela, me ensinou uma máxima: “o único jeito de o sol não ser seu inimigo é transformando o protetor solar em seu melhor amigo”.

Beijos!

Será?

19/06/2010

Alguém me ajuda? Tem horas que eu acho que as pessoas mudam de cara. Eu sempre achei a Natalie Portman uma das mulheres mais lindas do mundo, mas tenho achado o rosto dela diferente… Será que ela fez plástica? Porque se fez é como dar um tapa na cara de deus, com esse rosto lindo. Espero que seja só a foto…

O ácido nosso de cada inverno

25/05/2010

Sabe quando você era pequenininha e a sua mãe te ensinou que botar o dedo na tomada não é bacana, porque acarreta uma série problemas? Isso eu aprendi na marra, mas a minha mãe me ensinou uma coisa que hoje eu considero muito mais importante: que o Sol danifica profundamente a pele e que o protetor solar é meu melhor amigo.

Se você ainda não internalizou essa máxima (alô, Laura e Joana?), o inverno é o momento ideal para correr atrás do prejuízo. Como a incidência de raios UVA e UVB está bem menor nessa época do ano, essa é a temporada para se dedicar aos tratamentos com ácidos e outras formas de peeling para amenizar os estragos do verão.

Foto tirada com filtro ultravioleta, que revela todos os estragos causados pelo Sol

Eu nem vou começar com o discurso sobre envelhecimento precoce, manchas e câncer de pele porque todo mundo já decorou essa parte, né? Então, se por acaso te apareceram aquelas machinhas castanhas pelo rosto, ou tem uma linhazinha de expressão a mais na sua testa, procure rápido um bom dermato e joga um ácido em cima delas. Agora é a hora! Esses são os tipos mais utilizados atualmente:

Retinóico

Promove a esfoliação e estimula a produção de colágeno, substância que é responsável pela firmeza da pele. Ele também reorganiza as fibras elásticas danificadas pela exposição solar e melhora a irrigação sangüínea da pele (resultado: pele mais luminosa). Esse tratamento pode ser feito no rosto, pescoço, colo e mãos, em concentrações diferentes.

Glicólico

Devido ao seu excelente poder de penetração na pele, ele tem várias aplicações dermatológicas e é utilizado para melhorar a aparência e a textura da pele. Pode reduzir rugas, cicatrizes de acne, hiperpigmentação e melhorar outras várias condições da derme. É o alfa-hidroxi ácido mais amado do mercado.

Mandélico

De efeito muito semelhante ao do retinóico, ele é menos fotossensibilizante, ou seja, se você mora na terra do eterno verão, tipo cidades do Nordeste, ele é o mais indicado. O tratamento é mais demorado porque ele tem que ser aplicado e retirado no consultório do dermatologista.

Adapaleno

Derivado do ácido naftóico, ele também tem propriedades semelhantes às do retinóico, mas se mostrou mais eficaz contra as cicatrizes de acne. Ele também age como antiinflamatório e ajuda a controlar a bactéria que causa acne e as malditas espinhas.

Ácido kojico e hidroquinona

São despigmentantes, ou seja, eles agem retirando a melanina da pele e despigmentando áreas afetadas por manchas grandes.

Não importa o tipo de ácido ou tratamento que você escolher, é sempre muito importante ter em mente que todos eles são irritantes e fotossensíveis, ou seja, alguma vermelhidão e ardor são normais. O bloqueador solar é absolutamente obrigatório enquanto estiver utilizando qualquer tipo de ácido.

Beijos!

Etapa II – Cuidando dos seus cílios

13/05/2010

O melhor jeito de limpar os cílios, mesmo quando você resolveu colocar aquele rímel power que não sai nem depois de assistir Titanic ou a Oprah num dia inspirado, é caprichar no demaquilante. Coloca um pouquinho no algodão e pressiona (levemente) sobre os cílios durante alguns segundos. Depois, é só fazer alguns movimentos suaves e lavar com seu sabonete facial de costume. Esfregaço não leva a nada, a palavra aqui é “suave”.

Eu sou meio infiel para demaquilantes, gosto de ir testando vários e ainda não achei um que me faça parar tudo. No momento, eu to usando o da L’oréal Expertise, o Limpeza Express, e estou gostando bastante. Não é caro e você encontra em qualquer farmácia. Recomendo muito o da Neutrogena e o da Clinique, mas o preferido entre maquiadores e turma da maquiagem é o Créaline H2O, da Bioderma, mas só da pra achar nos Estados Unidos e na Europa. Vou tentar encontrar algum site que venda pra cá.

***UPDATE*** Esse demaquilante da L’oréal (aprovadíssimo pela minha pessoa) está custando R$ 36,00, em boas farmácias.

Outra boa dia é o shampoo de bebê da Johnsons’, o Chega de Lágrimas. Ele tira todo o restinho de rímel e deixa os cílios bem limpos. Mas não recomendo usar todos os dias, só depois de maquiagem de festa ou uma vez por semana para dar aquela limpada caprichada, porque ele resseca um pouco a pele ao redor dos olhos (e não adianta ficar com os cílios lindos e a pele toda enrugada).

Beijos!

Arriscando com o corretivo colorido

10/04/2010

Corretivo colorido, como eu expliquei no post das espinhas, é uma das coisas que a gente tem que ter no Bat cinto dos produtos especiais. O que isso significa? Que ele não deve ser um básico do dia a dia, mas um recurso extra para melhorar problemas mais sérios do que uma cara de sono.

A lógica (e mágica) do negócio é a seguinte: cores opostas, quando sobrepostas, se neutralizam. O maior exemplo é o da espinha com corretivo verde: vermelho e verde são cores opostas que, quando misturadas, se apagam. Basicamente, para trabalhar com a maior parte dos problemas, você só precisa de três cores de corretivo: amarelo, verde e lilás.

A primeira (amarelo) serve para esconder manchas castanhas a arroxeadas, como olheiras e hematomas. O verde apaga tudo que tem tons de vermelho, como espinhas, rosácea, vasinhos e manchas de peeling. Já o lilás esconde tons marrons a amarelos, como pus da espinha, manchas escuras e marcas de queimadura.

Para aplicar, são os mesmos conselhos de um corretivo normal. Eu aplico com pincel e espalho com batidinhas bem leves com o dedo anular. Truque de maquiador, viu? Quem me contou isso foi um dos principais maquiadores do Senac. Ele contou que as batidinhas do anular são mais leves e delicadas do que as do indicador, deixando o efeito mais natural.

O meu, como eu contei antes, é da Sephora, mas você encontra de um milhão de marcas. A Lancôme tem uma palette om todas as cores, na Kryolan tem uma linda e a Smashbox tem os tons separados, líquidos. Se o seu budget não ta assim uma Brastemp, a Tracta e a Marcelo Beauty também têm! Eles podem ser líquidos ou cremosos, exatamente como o seu corretivo do dia a dia. ***UPDATE: Acabaram de me contar que no Boticário também tem!!***

Experimentem e me contem o que vocês acham! Beijos e ótimo final de semana!

Eu tenho medo de espinhas!

09/04/2010

Eu sou Doutora Honoris Causa em tratamento de espinhas e afins. Explico: eu tive uma acne malígna até os 17 anos, quando minha mãe finalmente me deixou tomar o milagroso Roacutan. Não era aquela acnezinha básica de adolescente, não. Eu era o próprio chokito! E brilhava, né? Porque essa é a sina de toda a pele acneica.

Tudo isso para dizer que eu tenho conhecimento de causa. E quando me perguntam se é verdade que pasta de dente seca espinha, me dá até um frio na barriga. People, se isso funcionasse, será que os fabricantes de pasta de dente não estariam anunciando esse maravilhoso subefeito dos seus produtos? Será que o slogan da Colgate não seria “um sorriso mais branco e uma pele mais lisa”?

Então, lovestar, se te apareceu aquela coisa medonha no rosto, não corra para o porta escova de dente. A verdade é que só existe um grande remédio para pústulas em geral: paciência. A espinha tem um ciclo de vida e existe pouco que a gente possa fazer para encurtá-lo.

Mas podemos fazer algumas coisas para diminuir o impacto da tragédia nas nossas vidas! Primeiro, um bom secativo já é meio caminho andado. Eu uso um da Natura, mas a Clinique tem um fabuloso, bem como a maioria das marcas de cosméticos. O bacana é passar umas três vezes por dia, para que ele vá diminuindo a inflamação.

Secativo da Natura

Segundo, manter a pele limpa e nunca, em hipótese alguma, nem sob a mira de um revólver, espremer a dita cuja. Sabe por que? O pus, aquela coisinha nojenta que deixa a espinha amarela, é um líquido cheio de bactérias. Quando você espreme, você só ajuda a espalhar essas bactérias pela extensão do seu rosto, correndo o risco de proliferar a maldição. Além disso, o puxa-puxa traumatiza a pele e pode te deixar uma cicatriz. Vai por mim, espremer só piora o problema.

Agora, se a espinha te apareceu bem no dia de um mega evento, quando você terminar de amaldiçoar a humanidade, você pode testar duas táticas. A primeira é aplicar um pouco de gelo no local. Não sei o que ele faz porque eu entendo tanto de fisiologia quanto de carros, mas te garanto que o efeito é positivo. A espinha diminui, fica menos dolorida e menos vermelha. Chá de camomila gelado também ajuda!

Depois, para disfarçar bem, um pouquinho de corretivo verde faz toda a diferença. Isso mesmo, corretivo verde. É tudo física! Uma ilusão de óptica, na verdade. O verde anula a vermelhidão e fica muito mais natural do que o corretivo cor de pele. O meu é da Sephora, uma palette com diversas cores (prometo que eu faço um post sobre corretivos coloridos asap).

Palette de corretivos coloridos

O importante é lembrar que lugar de pasta de dente é na boca, não no nariz, tá? Daí repita o mantra: ESPREMER JAMAIS!!!

Beijos!!

Maquiagem: como e por onde começar

01/04/2010

Maquiagem é uma questão de hábito. É questão de aprender a encaixá-la na sua rotina, nem que isso signifique dedicar somente quinze minutos do seu dia a esse cuidado. Como tudo na vida, o make também deve ser adaptado e condizente com o seu estilo de vida. Ninguém que trabalha todo o santo dia, das 8 às 18, vai conseguir fazer uma produção muito elaborada sem comprometer algumas horas preciosas de descanso.

Eu sou partidária do básico essencial! Eu tenho uma rotina de maquiagem para o dia a dia, que eu só costumo variar as cores para não ficar sempre com a mesma cara. Um kit básico de maquiagem dá conta do recado não só de segunda à sexta, mas te permite variar no fim de semana. Dá uma olhada no que eu acho que todo mundo merece ter:

▫ Para a pele:

1. Base

2. Corretivo

3. Pó (compacto ou solto, depende de você)

4. Blush

5. Iluminador

 ▫ Para os olhos:

1. Lápis (eu sugiro um preto e um marrom, para começar)

2. Rímel

3. Curvex

4. Delineador

5. Palette de sombras que tenha uma marrom, uma preta e uma pérola, no mínimo.

6. Sombra para corrigir falhas na sobrancelha (tem gente que gosta mais de lápis)

▫ Para a boca:

1. Batom cor de boca

2. Batom vibrante (laranja, coral, vermelho, vai de você)

3. Brilho labial

Esse kit te dá as ferramentas necessárias para ir desde o básico atual até um look mais elaborado para a noite. O mais importante é ressaltar que os produtos devem ser sempre adequados às suas necessidades. Uma pele oleosa, por exemplo, precisa de uma base bem fluida, nada pesada, enquanto uma pele madura vai melhor com aquelas de efeito lifting.

Depois que você tiver aprendido a se virar bem com o básico, é só incrementar a sua nécessaire com sombras coloridas, lápis coloridos (eu to numa fase verde e ameixa), batons diferentes, enfim, o mais legal da maquiagem é que a profusão de cores, texturas e materiais te dá um leque quase infinito de opções para aprender e criar coisas novas.

Eu to prometendo há séculos um videozinho sobre como fazer um make básico e agora vai sair, gente!!!!

Beijos!

Pé, meu querido pé

26/03/2010

Tenho que admitir que a minha primeira reação aos desmeiados não foi das melhores. Sabe qual foi a primeira coisa que eu pensei quando eu bati o olho? Chulé.  Juro…

Mas daí fiquei pensando que nós mulheres usamos sapatos sem meia quase o tempo todo e nem por isso temos chulé, né? Mas, os pés dos meninos costumam ser mais rebeldes do que os nossos mesmo, é normal.

Por isso é importante lembrar se alguns cuidados básicos se você resolver entrar para a turma dos desmeiados:

1. Higiene é essencial pra você não matar alguém na hora de tirar os seus mocassins italianos. Lave bem os pezinhos e seque bem entre os dedos.

2. Lembra do talquinho que a vovó passava? Ele continua sendo uma mão na roda! Tem coisas que simplesmente não saem de moda. A Granado tem um talco em creme que é mara! Custa R$ 12,00 e dá pra comprar pelo site. Vai lá!

Talco cremoso da Granado

3. Se o seu pé está bizarramente cheio de calos, procura uma podóloga antes de adotar o look, tá?

Beijos!

Dica do dia!

23/03/2010

A Flávia, uma sobrinha linda, ruiva e chic, me mandou uma matéria sobre celebs maduras e maravilhosas, provando que a passagem do tempo não significa necessariamente ficar acabada!! As fotos estão ótemas!!

Adorei! Depois me contem o que vocês acharam. Para ler, clica aqui!

Beijos!